Agenda Cultural: Ações da Semana da Consciência Negra são destaque na cidade

“Novembro Negro”, ação promovida pela Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão da Casa Civil e Assessoria de Políticas para Igualdade Racial, alcança nesse final de semana seu ponto alto, já que domingo (20), é o dia da Consciência Negra. A Unidade de Gestão de Cultura (UGC) programou diversas ações culturais gratuitas em seus equipamentos pela Semana da Consciência Negra 2022.

Com base nos editais CulturaMais e Cultura Negra, o Departamento de Cultura e a Biblioteca Nelson Foot (BNF) programaram ações no Espaço Expressa (antigo Complexo Fepasa) e na Biblioteca, no Complexo Argos, com mais apresentações dentro do Projeto “ZumbiTeca”, que neste ano chega a sua sexta edição.

Neste final de semana no Espaço Expressa (antigo Complexo Fepasa),  o público poderá acompanhar as apresentações de teatro, dança, música, capoeira e muito mais.

Banda Afrodizia se apresenta no Dia da Consciência Negra (20), no Expressa

Mas a Unidade de Gestão de Cultura (UGC) programou outras ações para atender todas as faixas etárias, com atrações gratuitas, e nos mais diferentes segmentos culturais, para assim divulgar artistas locais, ou as ações culturais realizadas pela própria comunidade.

Confira a programação de cada equipamento cultural neste final de semana:

Espaço Expressa (antigo Complexo Fepasa)  

A programação teve início na quinta-feira (17) e prossegue neste final de semana e é totalmente gratuita. A entrada é por ordem de chegada e no local há estacionamento liberado.

Dia 18 (sexta-feira)

20h – “Uma Banheira Revolucionária” – espetáculo teatral que conta a história de quatro palhaços, a bordo de uma banheira à deriva, discutem sobre as ruínas do mundo e propõem possíveis soluções para consertá-lo.

Dia 19 (sábado)

16h –  “Que História é Essa? ”  – Contação de histórias com a artista e educadora Graciele Savio que visa difundir fábulas do continente africano e suas diásporas para o público infantil. O objetivo da proposta é adicionar representatividade negra e repertório cultural afro-brasileiro ao imaginário de nossas crianças e seus familiares. Uma viagem pelo hemisfério sul para conhecer costumes, contos, crenças, canções, comidas e ancestralidades da população africana.

17h30 – “Nossa História e Nossas Brincadeiras: Amarelinha Africana e Descobrindo o Som do Tum Tum do Togo” –  O Coletivo de Mulheres #PretaEU de maneira ritmada e de forma divertida apresenta ao público um pouco das histórias de povos africanos, através dessas brincadeiras originadas em países da África.

19h –  “Sambadeiras de Bimba – Filhas de Biloca” –  A apresentação visa preservar, celebrar e criar novas interpretações e vivências dentro do Samba de Biloca, a partir da construção e cura coletiva de diversas mulheres participantes.

20h30 – “Coração de Malandro canta o samba negro” –  apresentação de sambas autorais do grupo artístico com a temática exclusiva negra – cultura negra, religião africana e demais aspectos.

Dia 20 (domingo)

16h – “Nossa História e Nossas Brincadeiras: Terra-mar e Kakopi”-  O Coletivo de mulheres #PretaEU de maneira ritmada e de forma divertida apresenta ao público um pouco das histórias de povos africanos, através dessas brincadeiras originadas em países da África.

17h30 –  Maculelê – apresentação com Mestre Pássaro e alunos.

19h –  “Roda de Capoeira” –  apresentação com os integrantes da Associação de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim –  Capoeira Regional

20h30 – Afrodizia – Show musical com a banda que é considerada hoje um dos grandes expoentes do reggae brasileiro no exterior trazendo em seu reggae muita personalidade e sotaque brasileiro.

O Espaço Expressa está localizado na avenida União dos Ferroviários, 1.760, Centro. Informações: 4589-6800

Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot

Com a realização do 1° Torneio Mente Inovadora promovido pela Unidade de Gestão de Educação (UGE), por meio do Programa Escola Inovadora. O Complexo Argos receberá alunos dos quartos e quintos anos de 48 escolas municipais para o campeonato de jogos de raciocínio lógico matemático neste sábado, dia 19. No espaço várias ações serão desenvolvidas, com direito a Praça de Alimentação, com os permissionários dos varejões noturnos e as barracas de artesanato do Projeto “ Jundiaí Feito a Mão”, além de diversas atrações como:

09h – Cia Tramp de Palhaços – Charanga da Tramp

09h50 – Cau Silva e Dão Siqueira – OS SOMBRAS em Ação

10h50 – Cena 4 Produções – com o espetáculo teatral Paula e o Lobo

11h50 – Osomduôco – Música de Brincar

Charanga da Tramp uma das atrações no Complexo Argos neste sábado(19)

Na Biblioteca das 9h às 13h a ação programada pela Unidade de Gestão de Cultura (UGC) – Hora de História, com a apresentação da história “A busca pelo conhecimento”, com a contadora de história e atriz, Luiza Bitencourt.

Os frequentadores da Biblioteca Nelson Foot poderão utilizar os serviços das sessões de Pesquisa e Circulante normalmente como poderão visitar a exposição dos alunos do Ateliê Celandroni montada no espaço Sonia Cintra.

Trabalhos dos alunos….

… do Ateliê Celandroni…

estão em exposição na BNF

A Biblioteca está localizada na avenida Dr. Cavalcanti, 396 – Complexo Argos, Vila Arens. A entrada é gratuita e o horário de atendimento durante a semana é das 9h às 21h e aos sábados e feriados das 9h às 13h.  Mais informações 4527-2110.

Fábrica das Infâncias Japy

A Fábrica das Infâncias Japy recebe neste final de semana as apresentações para o público infanto-juvenil.

Dia 19 (sábado) – 10h30 –  entrada gratuita –  “Enrolados” – com o ator André Farias –  Teatro Infantil indicado para a faixa etária 4 a 11 anos. “Rolo”, um diretor de cinema, chega antes do elenco ao local onde será gravado o filme, “Margarina e o sumiço de Manteiga” e, como o elenco demora para chegar, conversa com a plateia e explica o que vai acontecer. Aproveita para montar o cenário, quando de repente, recebe algumas ligações. A primeira é de seu Diretor Geral, bravo homem, perguntando se está tudo correto para o início da gravação do filme, pois, nesse dia, o maior astro do cinema irá assistir. As outras ligações são do elenco dizendo que tiveram diversos contratempos e que não chegarão para a gravação. Desesperado, “Rolo” se depara com a responsabilidade de fazer o filme. Então, explica divertidamente conceitos do teatro como interpretação, voz, entonação, escolhe o elenco na hora, ensaia, coloca adereços e junto com a plateia, realizam o filme.

Na Fábrica Japy: André Farias apresenta “Enrolados” no sábado
No domingo, o espetáculo é da Cia. dos Tortos

Dia 20 (domingo) – 10h30 – entrada gratuita – “Quem não tem lona pede carona” – espetáculo de circo com a Cia. dos Tortos. Espetáculo com tradução em Libras e selecionado pelo ProAc – Programa de Ação Cultural, indicado para crianças de 4 a 11 anos – A Família Tortonni montou seu circo cheio de atrações fantásticas. Sizu, depois de cair de um caminhão de batata foi acolhido por essa família circense e lá aprendeu a ser palhaço. Depois apareceu uma mocinha que queria fugir com o circo e se tornou Palhita. Essa dupla se desdobra para trazer muita alegria e diversão para todo o público. Tem malabarista, equilibrista, contorcionista, cavaleiro, homem bala, e o palhaço. Hoje tem espetáculo? Tem sim, senhor!

A Fábrica Japy está localizada na rua Lacerda Franco, 175, Vila Arens. Mais informações 4521-0971. Entrada gratuita com horário de funcionamento no sábado e domingo é das 9h às 13h.

Museu Histórico e Cultural de Jundiaí

O Museu Histórico e Cultural – Solar do Barão, bem como seu jardim, estão fechados para a visitação do público. No local funcionários trabalham na desmontagem da exposição “Patrimônios Culturais de Jundiaí” e montagem da infraestrutura necessária para receber a tradicional exposição de presépios, que todos os anos abrilhanta as comemorações do aniversário de Jundiaí e do Natal no Centro.

Museu está sendo preparado para a exposição de presépios em dezembro

A reabertura do espaço acontecerá dia 01 de dezembro, com a exposição dos presépios que ficará aberta à visitação do público, com entrada gratuita, até o dia 06 de janeiro, Interessados em participar da Exposição de Presépios deverão entrar em contato com o setor administrativo do Museu, na rua Barão de Jundiaí Barão de Jundiaí, 762, Centro, e mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4521-6259.

Museu Ferroviário

Reaberto em setembro deste ano o Museu Ferroviário está totalmente reformulado e reformado. No local o visitante poderá conferir a exposição: “Ferrovias… muito além dos trilhos”, que, dividida em duas salas, é uma homenagem às contribuições da ferrovia e dos ferroviários, tanto no mundo, como no Brasil e em Jundiaí.

Por meio de documentos, fotos, réplicas e painéis interativos, a exposição visa narrar não só a importância da ferrovia para o desenvolvimento local e mundial, como também a importância de seus trabalhadores e trabalhadoras.

Visitar o Museu Ferroviário…
…é uma opção para quem quer…
conhecer a história…

da ferrovia em nossa cidade

O Museu Ferroviário está localizado na avenida União dos Ferroviários, 1.760 – Espaço Expressa (antigo Complexo Fepasa). Aberto de terça-feira a domingo, (inclusive nos feriados) das 10h às 17h. Entrada gratuita. Mais informações: 4589-6800

Pinacoteca Municipal Diógenes Duarte Paes

Neste sábado (19), a partir das 10h acontece o vernissage da exposição “Isto não é uma cadeira”, da artista Silvia Ruiz.

Nos trabalhos que compõe a série: “Isto não é uma cadeira”, Silvia Ruiz propõe ir além do primeiro dilema entre o signo “cadeira” e sua possível forma representada bidimensionalmente. A artista coloca em jogo o movimento de representação da representação. A cadeira representada por artistas ao longo da história da arte é matéria-prima para a investigação da artista no campo da gravura. 

O visitante também poderá conferir a exposição “Vera Lucchini: Esculturas”, onde a artista retrata com suas obras em mosaico a força e a dor das mulheres, o machismo e a pressão social. A mostra tem classificação etária de 14 anos.

As “Esculturas” de Vera Lucchini, na Pinacoteca

A artista nos últimos 25 anos vem se dedicando a um trabalho em pequenas peças que vai juntando nas bonecas. Mosaicos em padrões belíssimos se juntam a tintas, cabelos, tecidos, plásticos, bordados. Cada trabalho com sua peculiaridade, mas sempre trazendo os detalhes que fazem parte do universo feminino, porém apresentado de maneira cruel, dolorida, cortante, perturbadora. Impossível olhar passivamente para as obras.

É possível conferir as exposições montadas com as obras de sua reserva técnica, como as obras de Diógenes Duarte Paes, Élvio Santiago e Inos Corradin.

A Pinacoteca está localizada na rua Barão de Jundiaí, 109, Centro e está aberta para visitação de terça-feira a domingo das 10h às 17h, inclusive nos feriados. Entrada gratuita. Mais informações 4568-2326.

Teatro Polytheama

Várias apresentações acontecem no palco do Polytheama neste final de semana, com destaque para o espetáculo de humor “Improvável”, com a Cia. Barbixas de Humor (Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento, Elidio Sanna) com duas sessões nesta sexta-feira (18), às 19h e 21h. Ingressos variam de R$ 70 a R$ 90.

Os “Barbixas” se apresentam nesta sexta-feira(18), em duas sessões no Polytheama

Com entrada gratuita, no sábado (19), a partir das 20h, o público confere a apresentação da Banda Jovem do Estado – Santa Marcelina Cultura.

E no domingo (20), dois musicais no palco do teatro. Às 15h, espetáculo para a garotada “Clássicos Encantados de Natal” e às 19h, “Embalos de Sábado à Noite”. Os dois espetáculos têm ingressos ao valor de R$ 140.

A bilheteria on-line do Teatro é pela plataforma Sympla. Já a bilheteria física funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 20h. Aos sábados, domingos e feriados, a bilheteria funciona somente se houver espetáculo programado. Das 10h às 17h ficam disponíveis os ingressos da agenda cultural em geral. Já a partir desse horário, ficam disponíveis somente os ingressos do espetáculo programado para o dia. O Teatro Polytheama está localizado na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro. Mais informações no 4586-2472.

Galeria de Artes Fernanda Milani (anexa) ao teatro Polytheama

Está fechada pois o espaço está sendo preparado para receber nesta segunda-feira (21) de novembro a 20 de dezembro a exposição “ Cinco últimos eclipses vistos da terra”, da artista Carlota Mason Albejante, que trará suas pinturas, realizadas a partir de fotografias.

Próximas Atrações

Na segunda-feira (21) tem início na Biblioteca Nelson Foot a sexta edição da ZumbiTeca, que este ano tem como tema central a Cultura Afrourbana, ou o Afrourbano .

Confira a programação:

Dia 21 (segunda-feira)

13h- “Poesia para resistir: uma introdução ao Poetry Slam” – Com a participação do professor Clayton Messias (Senac) e a poetisa e Slamer, Mel Duarte. A proposta é responder algumas questões essenciais sobre a poesia Slam e o formato deste tipo de evento poético. Como e onde nasceu este conceito, por que existem regras e qual o objetivo de haver pontuação atribuída pelo público. Como escrever de forma livre e desbloquear o canal entre a mente e o papel.

19h – “Sarau Lítero-Musical” e Abertura da Exposição: “Urbanidade Negra” – apresentações de street dance, samba, capoeira, coral e declamação de poesias –  O Sarau da 6ª edição da ZumbiTECA busca evidenciar a cultura Afro-brasileira em suas diversas vertentes artísticas, ilustrando e reforçando a presença da identidade negra na composição cultural do brasileiro, incluindo a gastronomia com a participação de Mona e Dandara, com a intervenção cultural “ Baiana vendedora de acarajés”.

Dia 22 (terça-feira)

19h30 – “Roda de Conversa: História, uso e simbologia do turbante” – Com as alunas do curso de Moda do Senac Jundiaí, Fabiana Camargo e Flavia dos Santos Ferreira, sob a orientação das professoras Marina Carmelo e Rosana Tsurusawa. A proposta é resgatar as raízes do turbante como objeto de resistência, empoderamento e pertencimento.

20h30 – “Desfile de Turbantes” – ação organizada pelos alunos do curso de Moda do Senac Jundiaí. Com a utilização de estamparia com símbolos africanos, os alunos apresentam um desfile de turbantes.

Dia 23 (quarta-feira)

18h30 – “Abertura da Exposição do Coletivo Recicla Aí” – Formado por quatro artistas negros jundiaienses: Adão Fernando, Alan Silva, Gustavo Lacerda e Joel Oliveira, que criam suas obras com materiais encontrados na natureza, que depois de reciclados, transformam-se em obras de arte, além de contribuírem diretamente com a preservação do meio ambiente. A mostra poderá ser visitada pelo público até o dia 30.

19h – “Roda de Conversa: As raízes da Cultura Afro-brasileira na Arte Urbana” –  Com mediação do professor Clayton Messias bate papo sobre a arte de rua como um canal de comunicação e disseminação da Cultura Afro-brasileira.

Dia 25 (sexta-feira)

19h – “Bate-papo Literário: Afrodescendência na Literatura Brasileira” – O autor Plínio Camilo comanda um bate-papo com o objetivo de refletir sobre as origens negras na Literatura Brasileira e como ela é reconhecida na contemporaneidade.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação/Fotógrafos PMJ

Publicada em 18/11/2022 ▪ Leia mais sobre , , , , , , , , , , ,

Biblioteca Pública Municipal “Prof. Nelson Foot”

Avenida Dr. Cavalcanti, 396 - Centro – Jundiaí - SP
CEP: 13201-003

Telefone: (11) 4527-2110
E-mail: biblioteca@jundiai.sp.gov.br

Prefeitura de Jundiaí
Biblioteca Pública Municipal Prof. Nelson Foot | Desenvolvido por CIJUN | Política de privacidade